• Home »
  • Associações »
  • Vila de Rei | Concurso Público | Centro Geriátrico – Residencial para Pessoas Idosas Avança
Vila de Rei | Concurso Público  | Centro Geriátrico  – Residencial para Pessoas Idosas Avança

Vila de Rei | Concurso Público | Centro Geriátrico – Residencial para Pessoas Idosas Avança

 

“Centro Geriátrico de Vila de Rei – Estrutura Residencial para Pessoas Idosas”,  avança com a publicação do Concurso Público para a execução da empreitada publicado em Diário da República no dia 2 de Fevereiro.

 

Da responsabilidade da Santa Casa da Misericórdia de Vila de Rei, a obra prevê a construção de uma estrutura residencial com capacidade para 58 utentes, numa área superior a 3.000 m2, com um valor base de procedimento de 2.000.000€ e um prazo de execução de 300 dias.

Com a construção deste novo espaço, prevê-se a criação de aproximadamente 50 novos postos de trabalho.

 

A composição desta nova infraestrutura contará com uma área de receção/átrio, área de direção e serviços técnicos/administrativos, área de instalações para o pessoal, área de convívio e atividades, sala de refeições, área de alojamento (com 6 quartos individuais, 18 quartos duplos e 6 quartos triplos), área de cozinha e lavandaria, gabinete de enfermagem e área de serviços de apoio.

 

As obras de construção dos acessos ao Centro Geriátrico, criados a partir da ER348, encontram-se já em andamento, com um prazo máximo de execução de seis meses.

 

O Centro Geriátrico de Vila de Rei nasce fruto de um protocolo entre a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Santa Casa da Misericórdia de Vila de Rei e a Autarquia local, tendo o Município cedido o terreno e o projeto para a sua implementação.

 

O Presidente da Câmara Municipal de Vila de Rei, Ricardo Aires, afirma que “a construção do Centro Geriátrico de Vila de Rei é uma obra de elevada importância para o nosso Concelho e que vem no seguimento da forte aposta realizada na área social. Esta nova infraestrutura vai possibilitar a criação de novos postos de trabalho em Vila de Rei, que são o principal gerador de riqueza para o Concelho e o maior atrativo para a fixação da população e para a luta contra a desertificação do interior do País.”

 

Share